(11) 2249-2249

Cadastre-se e receba nosso informativo

Seu Nome

Seu Email
 [ OK ]



Abacate

Autor: Saude Alternativa

Propriedades Medicinais: O abacate beneficia as artérias, reduz o mau colesterol e dilata os vasos sangüíneos. Sua gordura age como antioxidante, bloqueando a toxidade do colesterol LDL, que destrói as artérias. Além disso, é um poderoso bloqueador de trinta agentes cancerígenos diferentes. Medicina Popular: Dor: Do abacate se extrai um azeite muito bom para combater localmente a dor reumática e dor da gota. Diurético: O chá da folha do abacateiro tem fama de ser diurético e carminativo. É usado para eliminar cálculos renais e gases intestinais. Ação intestinal: o caroço tostado e moído bem fino combate a diarréia e a disenteria.O abacateiro é uma árvore altaneira de belo porte, que chega a 20 m de altura. Suas folhas são abundantes, de cor verde ou castanho-clara. O fruto tem a forma de uma grande pêra, com uma enorme semente e polpa gordurosa, amarelada, de excelente sabor. É oriundo da América Central e cultivado em regiões tropicais. Seu nome científico é Persea gratissima Gaert e pertence à família Lauraceae.Existem 3 tipos de abacate: o mexicano, o guatemalense e o antilhano, este último cultivado no Brasil. O alvocado é uma mistura de 2 tipos de abacates e surgiu nos Estados Unidos, sendo cultivado em nosso país após 1980. Ele é pequeno, de casca verde rugosa e mais rico em gorduras monoinsaturadas, praticamente não forma colesterol no nosso organismo. O uso regular do abacate na alimentação beneficia as artérias, reduz o colesterol e a pressão arterial e dilata os vasos sanguíneos. O ácido oléico, seu principal componente de gordura monoinsaturada, bloqueia a toxidade do mau colesterol, conhecido como o destruidor das artérias. O abacate também age contra a prisão de ventre, perturbações digestivas. Melhora o funcionamento da vesícula biliar, é balsâmico e ajuda a normalizar distúrbios na
menstruação. Especialistas em doenças cardíacas desaconselham os ácidos graxos (gorduras saturadas) de origem animal, pois elevam os níveis de colesterol no sangue, acumulando-o nas artérias e obstruindo-as. A degeneração das veias circulatórias acaba provocando acidentes vasculares. Por isso os especialistas recomendam a ingestão de gorduras monoinsaturadas, como a do abacate. O grupo dos ácidos monoinsaturados atua de modo seletivo, eliminando o LDL,responsável pelo acúmulo de colesterol no sangue.O abacate é rico em nutrientes, contém proteínas, ferro, hidrato de carbono e substâncias minerais. A sua polpa é rica em vitaminas A, B 1, B 2, E, açúcar, fitosterol, lecitina, tanino e ácido oléico, linoléico e palmítico. O abacate possui ainda glutationa, um anti-radical livre, capaz de bloquear cerca de 30 agentes cancerígenos diferentes. As vitaminas do abacate agem contra problemas da visão, participam do crescimento dos ossos e dentes, combatem os radicais livres e atuam no processo de renovação da pele. As vitaminas do complexo B facilitam o metabolismo normal dos carboidratos. A vitamina B 1ou tiamina, protege contra a síndrome da morte súbita, controla a diabetes e é útil no tratamento de herpes. A B 2 (riboflavina), é essencial para a produção de energia do
organismo e auxilia a formação da glutationa. A vitamina E, protege contra doenças cardiovasculares, estimula o sistema imunológico, protegendo contra doenças da pele. Pode formar compostos com os radicais livres, servindo como antioxidante, chamada também de vitamina da beleza. A vitamina A é necessária para a boa visão, é anticancerígena e anti-radicais livres. A vitamina C, aumenta a imunidade contra infecções, reduz o colesterol e combate a infertilidade, tendo também ação anticancerígena. Possui os seguintes minerais: magnésio, que é essencial à vida, ajuda no metabolismo da glicose e a nutrir os nervos e o cérebro; cálcio, que combate a osteoporose; ferro, que combate a anemia tanto em gestantes como em lactantes e ajuda a formar as hemácias;fósforo, que junto ao cálcio ajuda na mineralização dos ossos e nos neurônios, melhorando o raciocínio. A lecitina do abacate possui substâncias essenciais ao bom funcionamento do organismo, evitando obstruções nas paredes dos vasos e artérias, que dificultam a circulação, uma vez que emulsifica biologicamente as gorduras e reveste as gotículas de lipoproteínas, tornando-as dispersas e solúveis.
Uso externo:-para tratar cefaléia ou nevralgia, preparamse as folhas em água quente, que depois de mornas são colocadas sobre a cabeça. O resultado é imediato. O chá também pode ser usado sob a forma de compressa, várias vezes ao dia.Uso interno - em caso de gases intestinais e problemas renais, as folhas podem ser usadas como chá, tomando duas xícaras, duas vezes ao dia. Para tratar irregularidades na menstruação, pode-se usar o chá das flores, uma xícara, duas a quatro vezes ao dia. Em casos de diarréia, disenteria e vermes, usam-se os caroços torrados e moídos numa decocção de duas colheres (café) em uma xícara de água morna, três vezes ao dia. A polpa é bastante energética; uma dose de 100 g contém 198 calorias.

Ao contrário do que ocorre coma maioria das frutas, os abacates só começam a amadurecer depois de colhidos. A fruta já desenvolvida pode ser deixada na árvore por seis meses sem que se estrague. Uma vez colhido, entretanto, o abacate verde amadurece em poucos dias.Rico em nutrientes, bloqueia agentes cancerígenos,antiinflamatório, auxilia na desintoxicação do fígado. Suas substâncias ativas,
testerol e lecitina, ó tornam eficaz no tratamento das artroses, reumatismo e gota. O chá de suas folhas ou o pó do seu caroço torrado e moído acabam rapidamente com diarréia. O uso
do caroço triturado e tostado, em forma de chá, elimina a tênia e outros vermes intestinais.
Externamente, elimina a caspa, fortalecendo os cabelos e combatendo a calvície.

(11) 2249-2249
Desenvolvido por PRAXYS Produtora Web